sábado, 27 de junho de 2015

A ausência de rock das 100 mais tocadas das FMs do Brasil

Resposta para Ricardo Alexandre publicada no Facebook:

A ausência de rock das 100 mais tocadas das FMs do Brasil diz muito mais sobre a indigência do rádio brasileiro que sobre a volta do rock aos redutos roqueiros. As rádios não servem mais de parâmetro para verificar o que é sucesso popular. Pra isso, as redes sociais são mais úteis. Rádio hoje em dia não serve mais pra ouvir música, já que hoje restam poucas boas rádios musicais fora do circuito das rádios estatais e universitárias. A maior parte do dial está hoje entregue ao blá blá blá tendencioso, à overdose de notícias (em 20 minutos a rádio que repete notícia), ao AM em FM e às jornadas futebolísticas com os ridículos times brasileiros e a seleção da CBF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário