quinta-feira, 15 de maio de 2014

Dados sobre o rádio popular no século XXI

O rádio popular do Rio tem alguns dados interessantes. Quem ouve a FM O Dia, a Beat 98 e a Nativa FM percebe que são, efetivamente, rádios FM. Sucessos populares o dia todo. Já a Tupi AM e a Manchete AM são, efetivamente, rádios AM. São rádios ecléticas. Programas de comunicador, utilidade pública, entretenimento, futebol, etc.

Desde o início do século, a Rádio Globo deixou de ser rádio AM mas não virou FM. Não é AM nem FM, embora esteja fisicamente nos dois dials. Virou uma coisa, assim, híbrida, sem cara, sem carisma. Querem conquistar o ouvinte de FM com essa programação mistureba que não agrada nem o ouvinte de FM nem o ouvinte de AM. O resultado está aí: o ouvinte de AM prefere a Tupi ou outras rádios e o de FM prefere a FM O Dia, a Beat 98 ou a Nativa FM. A Rádio Globo se lasca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário