segunda-feira, 2 de julho de 2012

Grupo Bandeirantes demite dezenas de funcionários ao mesmo tempo que tenta salvar o projeto Bradesco Esportes FM


Segundo fontes nossas, A bruxa está solta na Band Rio. Cinco meses depois do fim do Programa Cidinha Livre e da demissão em massa de 21 funcionários, a direção carioca decidiu nesta segunda-feira (01/07) por fim aos trabalhos do RJ Acontece, jornalístico que vai ao ar nas manhãs de segunda a sexta.
20 funcionários foram demitidos, a maioria operadores de câmera. Entre os jornalistas na rua estão os repórteres Frederico Roriz e Melissa Munhoz.
Não houve justificativa para a medida, mas especula-se que a baixa audiência do programa (em média, menos de 1 ponto) e o corte de gastos para a manutenção de outros jornalísticos regionais, como o Brasil Urgente Rio e o Jornal do Rio, tenham pesado na decisão.
A ordem partiu da cabeça de rede, em São Paulo. A meta era enxugar 50% do pessoal de SP e RJ, mas o número ainda está em negociação. Ao longo da semana, podem haver novas demissões ou readmissões.
O Sindicato dos Jornalistas do Rio e o Ministério do Trabalho devem ser acionados para analisar o caso.




Possível corte de gastos é questionado por funcionários
Na contramão do fim das despesas, os investimentos têm sido altos na Band Rio. Além da contratação de José Carlos Araújo e equipe da Rádio Globo para criar a Rádio Bradesco Esportes FM Rio, o alto escalão da filial carioca ainda assumiu o controle da MPB FM e estuda criar uma nova rádio adulto-contemporânea ainda este ano, com a marca BandFM.
Os funcionários reclamam que, apesar do aparente crescimento das atividades, pouco é investido em salários ou estrutura.
Parte da insatisfação chegou ao conhecimento da família Saad. Em junho, o presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação Jhonny Saad precisou vir ao Rio para conversar com a equipe da Bradesco Esportes FM e com Garotinho para assegurar que as coisas iriam mudar. A promessa era de que a rádio entraria no ar em até 30 dias. Duas semanas depois da promessa, no entanto, nem a redação ficou pronta.
Vamos ver aonde isso vai parar. No que adianta salvar o projeto Bradesco Esportes se eles demitem justamente quem irá fazer tudo funcionar. O resultado vai ser este que está tendo na Band News Fluminense, transmissão amadora e cheia de falhas. Fazendo  José Carlos Araújo passar constrangimento. Enquanto isso, aguardemos cenas do próximo capítulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário